Make your own free website on Tripod.com
Primeira Mão - Notícias

Homenagem ao Rabino

Home | Links | Circuncição | A ética no judaísmo | Citações da Bíblia e do Talmud | As 95 Teses de Lutero | 613 Mandamentos Judaicos | Homenagem ao Rabino | Membros da Primeira Sinagoga das Americas | Genealogia Judaico-Brasileira | Israel Somente Quando Interessa | Pagando Para Veicular Anti-Semitismo | Foi assim que tudo começou! | Foi assim que tudo começou! | No Porto de Pernambuco, a Porta para Nova York"

 

"Pensar que o homem nasceu sem uma história dentro de si próprio é uma doença. É absolutamente anormal, porque o homem não nasceu da noite para o dia. Nasceu num contexto histórico específico, com qualidades históricas específicas e, portanto, só é completo quando tem relações com essas coisas. Se um indivíduo cresce sem ligação com o passado, é como se tivesse nascido sem olhos nem ouvidos e tentasse perceber o mundo exterior com exatidão. É o mesmo que mutilá-lo."
(Carl Jung, cit. Renato Octávio Carrazedo, in "Carrazedo - Uma família do Rio de Janeiro")

                    Crasto

 

Judeus que imigraram da Holanda, Espanha e Portugal para o Brasil. 

Peseguidos pela Inquisição Católica Romana.

 

              O NOME:


O MESMO QUE CASTRO, DE CASTRAR ANIMAIS DOMÉSTICOS, CRISTÃOS NOVOS, SOBRENOME TAMBÉM ADOTADO POR JUDEUS, DESDE O BATISMO FORÇADO A RELIGIÃO CRISTÃ, A PARTIR DE 1497. NO BRASIL HOLANDES HÁ REGISTRO DE ABRAAM DE CRASTO UM COMPRADOR DE ESCRAVOS EM 1643. AINDA EM PERNAMBUCO REGISTRA-SE, DANIEL DE CRASTO DE HAMBURGO, DOCUMENTADO EM 1635, 1638, 1641, 1645 E 1648. SIGNATARIO TSEU ISRAEL, NO RECIFE, E 1654 (WOLFF DIC. I, 55), REGISTRA-SE AINDA EMANUEL DE CRASTO EM 1643.

Fonte: Album de Famílias - Páginas 810 a 820 - Livraria Siciliano - Brasilia-DF - Brasil. 

Ricardo de Albuquerque Crasto

 

CURAÇÃO:

     Em 1654, David Nassi recebeu uma carta das autoridades holandesas, dando-lhe para fundar em Curação uma comunidade judaica. Ilha no mar das Antilhas, foi capturada em 1634 pela Companhia Holandesa das Ilhas  Ocidentais. Muito provavelmente, judeus refugiados de Pernambuco foram os primeiros a chegar. Uma importante e numerosa comunidade desenvolveu-se e prosperou em Curação. Atingiu seu auge no século XVIII. Construiu a Sinagoga Mikvé Israel e foi uma das maiores coletividades de judeus portugueses na América. Denominou-se a si prória de comunidade judaico-portuguesa, e ciosamente conservou usos e costumes lusitanos. Os nomes família e uso comum da língua  portuguesa constituem um legado histórico da maior importância. A comunidade existe até hoje, organizada e atuante. Na busca incessante dos Vivas e dos Eliaou, e já os havewndo encontrado em Amsterdã, uma pesquisa em Curação era absolutamente necessária. Ainda mais que, mui provavelmente, o nome da ilha seja uma corruptela de coração. A prosódia portuguesa não nega a origem. E, como a voz do coração não falha, lá encontramos os Vivas e os Eliaou. Seus ossos estão enterrados no velho cemitério judaico, e que suas almas descansem em paz. Lá estava David Bueno Vivas,  parente direto dos médicos Joseph Buenvo Vivas e Aron Bueno VIvas, de Amsterdã. 

Rabino Crasto:

   Constituíram a elite da coletividade judaica, e os seus descendentes espalharam-se pelo

 

mundo afora.

   A emoção, o carinho, a saudade revelada nos epitáfios transmitem um tom poético que conforta as almas dos entes queridos que foram chamados para junto do Altíssimo. Merecem aqui figurar com testemunho histórico alguns deses epitáfios. 

HOMENAGEM:

ASSIM COMO SE..ENÕS..PARA NOUTRO LUGAR NASCER

ASSIM  TE AUSENTASTE DE NOS PARA NA GLÓRIA VIVER

ENTRE OS JUSTOS ESTAS BEMAVENTURADO

REVERENDO RAB: DAVID NAMIAS DE CRASTO

SETENTA E TRÊS ANNOS ADQUIRISTES

A MIKVE ISRTAEL SANTA CAZA.

TUA FALTA, PENA GRANDE CAUSA,

DE TEOS PROLES PARENTES E POVO AUSENTE

TUA MEMORIA LHES SERA SEMPRE PRESENTE

DURMA TEO ROSTO EM SOSSEGO NESTE LUGAR

ANCIAÕ MUITO RELIGIOSO E POPULAR

VIVA NO EDEN VOSSA BENDITA ALMA

IMPRERIO CELESTE TE RE..MOU

DE TEO POVO QUE TE "V"ENEGOU

         NESSES JUDEUS PORTUGUES EXILADOS QUE POVOARAM CURAÇÃO, ESTÃO GRAVADAS ETERNAMENTE A LEALDADE AO JUDAÍSMO E A LEMBRANÇA DE PORTUGAL.

         FONTE: DAS FOLGUEIRAS DA INQUISIÇÃO ÀS TERRAS DO BRAISL.

                     A VIAGEM DE 500 ANOS DE UMA FAMÍLIA JUDIA.

                 JOSEPH ESKENAZI PERNIDJI  - EDITORA IMAGO.

Familia Crasto: JUDEU PARA SEMPRE!!!

CRASTO e Lara, Miguel de, 41 anos, advogado do Rio de Janeiro, Brasil, condenado em 26-07-1711. Sua filha Brittes Cardozo, 21 anos, condenada em 13-10-1726. Sua filho João Thomás de Crasto, 31 anos, médico, queimado vivo como jde convicto, confitente e impenitente em 16-10-1729.

CRASTO, JOÃO HENRIQUES DE, 60 ANOS, LAVRADOR DE CANA DO RIO DE JANEIRO, BRASIL, CONDENADO A CÁRCERE E HÁBITO PERPÉTUO EM 09-07-1713 COM SUA FILHA LEONOR GOMES, 17 ANOS, E SUA MULHER MARIA HENRIQUES, 44 ANOS.

CRASTO, JERONIMO HENRIQUES DE, SEU FILHO THOMÉ DO MERCADO DE SOLA, 24 ANOS ESTUDANTE LEGISTA, CONDENADO EM 13-10-1726 

CRASTO, JOÃO DE, NEGOCIANTE, SEU FILHO ANTONIO DE ALMEIDA, 20 ANOS, TRATANTE, CONDENADO A CÁRCERE E HÁBITO PERPÉTUO EM 25-07-1728, COM SUA IRMÃ VIOLANTE DE ALMEIDA, 23 ANOS.

 

CRASTO, MARTINS ALVARES, 50 ANOS, ADVOGADO, CONDENADO A CÁRCERE E HÁBITO PERPÉTUO EM 31-03-1969. SUA MULHER FELIPA SEJA, 50 ANOS, CONDENADA 11-03-1668.

 

CRASTO, HELENA DE, 60 ANOS, FILHA DE FRANCISCO ALVARES NUNES, NEGOCIANTE, CONDENADA A CÁRCERE E HÁBITO PERPÉTUO EM 31-03-1669.

 

CRASTO FERNANDES DE, ADVOGADO, SUA MULHR MARIA DE AGUIAR, CONDENADA A CÁRCERE E HÁBITO PERPÉTUO E DEGREDO PARA ANGOLA EM 10-12-1673. SEUS FILHOS FRANCISCO TRIGUEIRO DE GOIS, 25 ANOS, ADVOGADO E ALVARO MACHADO DE GOIS, 21 ANOS, ESTUDANTE DE LEIS NA UNIVERSIDADE DE COIMBRA, CONDENADOS EM 06-09-1705 E CONDENADOS COMO JUDEUS RELAPSOS EM 1709. 

 

CRASTO, ANTONIO SERRÃO DE, 72 AOS, BOTICÁRIO, CONDENADO A CÁRCERE E HÁBITO PERPÉTUO  EM 10-05-1682, COM SEU FILHO LUZ SERRÃO, 33 ANOS ESTUDANTE DE TEOLOGIA. NA MESMA DATA, SUA FILHA THEREZA MARIA DE JESUS  27 ANOS, CONDENADA A CÁRCERE E HÁBITO SEM PERMISSÃO E DEGREGO PARA O BRASIL, E SEU FILHO PEDRO SERRÃO, 33 ANOS , ESTUDANTE, QUEIMADO COMO JUDEU CONVICTO E PERTINAZ.

 

CRASTO, CATHARINA DE, 64 ANOS, VIÚVA DE DOMINGOS DA SILVA, CONDENADA  A CÁRCERE E HÁBITO PERPÉTUO EM 10-05-1682.

 

 

CRASTO, PAULA DE, 62 ANOS, MULHER DE ANTONIO DUARTE , ESCRIVÃO, CONDENADA  A CÁRCERE E HÁBITO PERPÉTUO SEM REMISSÃO E DEGREDO PARA O

BRASIL EM 10-05-1682.

 

 

CRASTO, JOSE DA FONSECA, 48 ANOS, MARCADOR, CONDENADO A CÁRCERE E HÁBITO PERPÉTUO EM 14-07-1686.

 

 

CRASTO, ANNA FONSECA, 30 ANOS, FILHA DE RODRIGO ALVES DA FONSECA, RENDEIRO, CONDENADA A CÁRCERE E HÁBITO PERPÉTUO EM 09-09-1703. 

 

 

CRASTO, DIOGO LOPES, ADVOGADO, SUA VIÚVA MARIA MARQUES DE VELOSO, 36 ANOS, CONDENADA EM 06-09-1795.

 

 

CRASTO, ANTÔNIO PIMENTEL DE, 19 ANOS, CONDENADO A CÁRCERE E HÁBITO PERPÉTUO EM 12-09-1706, COM SEU PAI ELIZEU PIMENTEL, NEGOCIANTE, 48 ANOS, SEU IRMÃO DANIEL PIMENTEL, 18 ANOS, FABRICANTE DE MEIAS, SUA IRMÃ NGELA PIMENTEL DE CRASTO, 21 ANOS, E SUA MÃE MARIANA DE CRASTO, 54 ANOS. SEU PAI COMO JUDEU RELAPSO, PRIMEIRA CONDENAÇÃO EM 1705. SUA IRMÃ FELIPE DE DEUS PIMENTEL, 21 ANOS, CONDENADA A CÁRCERE E HÁBITO PERPÉTUO EM 06-11-1707.

 

 

CRASTO, MARIA, 26 ANOS, VIÚVA DE FERNAO RODRIGUES DAMAS, MÉDICO, DODENADA A CÁRCERE E HÁBITO PERPÉTUO EM 12-09-1706. 

 

 

CRASTO, LUIZA DE, 36 ANOS, MULHER DE ANDRÉ NOVAES DA COSTA, TRATANTE, 33 ANOS, AMBOS CONDENADOS A CÁRCERE PERPÉTUO EM 12-09-1706, COM MECIA DE MORAES, 25 ANOS, E LUIZ NOVAES DA COSTA, 26 ANOS, RENDEIRO, SEUS CUNHADOS.

 

 

 

CRASTO, FRANCISCO MENDES DE, 54 ANOS, CONDENADO A CÁRCERE E HÁBITO PERPÉTUO SEM REMISSÃO COM INSÍGNIAS DE FOGO EM 30-06-1709.

 

 

 

CRASTO, MARIA MAGDALENA DE, 38 ANOS, ESPOSA, DE JOÃO SOARES DE ALMEIDA, 47 ANOS, MILITAR, QUE VIVE DE SUA FAZENDA, AMBOS CONDENADOS A CÁRCERE E HÁBITO PERPÉTUO EM 30-06-1709. SUA FILHA JOANNA MARCELINA 24 ANOS, CONDENADA EM 16-10-1729.

 

 

 

CRASTO, FRANCISCO FERNANDES DE, CONDENADO EM 1640. SEUS FILHOS FRANCISCO DA COSTA, MANOEL DA COSTA E ANTÔNIO DA COSTA, TODOS CONDENADOS A CÁRCERE E HÁBITO PERPÉTUO EM 10-07-1644. SUAS FILHAS BRITTES LOURENÇO E CATHERINA DE MOURA CONDENADOS EM 15-12-1647. 

 

CRASTO, SEBATIÃO FERNANDES SUA FILHA CATHERINA CARRILHO, CONDENADA EM 25-06-1645.

CRASTO, LUIZ FRANQUEIRO, SUA MULHER FRANCISCA DE BALBOA, 30 ANOS, CONDENADA EM 17-08-1664.

 

 

CRASTO, CATHARINA, 75 ANOS, FILHA DE GONÇALO RODRIGUES CRASTO, MERCADOR, CONDENADO EM 17-08-1664

 

 

NO BRASIL ENCONTRA-SE CRASTO NA CIDADE DE RECIFE - CAPITAL DE PERNAMBUCO. 

familiacrasto.jpg